26 de mar de 2011

contrapoema I








2 comentários:

Memórias de pensamentos disse...

nossa que lido até me emociono de
de ler algo aparentemente cru e puro.......

Danni disse...

Máário, voltei ;)